Notícias

Coordenadora do Nudecon participa da 19ª Reunião da Secretaria Nacional do Consumidor em Minas Gerais

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 20, agosto de 2018 às 09:23
Dra. Luciana e demais Coordenadores de Nudecons

Dra. Luciana e demais Coordenadores de Nudecons

A Coordenadora do Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública do Estado do Piauí (Nudecon), Dra. Luciana Moreira Ramos de Araújo, participou, no início deste mês de agosto, de reunião em Belo Horizonte, Minas Gerais, com demais Coordenadores de Nudecons. Na oportunidade foram discutidos os temas a serem apresentados na 19ª Reunião da Secretaria Nacional do Consumidor com o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, do qual a Defensoria Pública faz parte.

Dra. Luciana Moreira explica que tanto na reunião dos Coordenadores de Nudecons, como na Reunião da Senacon, foram discutidos os percentuais do modelo de reajuste e as regras de coparticipação relativas a planos de saúde; os problemas enfrentados por consumidores ao desistirem de viagens rodoviárias e não serem restituídos integralmente dos valores pagos; os abusos praticados pelos fornecedores de energia; segurança alimentar; crise dos combustíveis, além das perspectivas do Direito do Consumidor diante da crise política.

Dra. Luciana Moreira na reunião da Senacon

Dra. Luciana Moreira no Congresso

“Esses encontros com Defensores Públicos de outros Estados são importantes por serem uma oportunidade de troca de ideias e experiências, de sabermos que modelos de trabalho estão tendo maior efetividade nos Nudecons, o que pode ser melhorado e aplicado em cada Estado. Renovei alguns conceitos e ideias de projetos a serem aplicados no Nudecon-PI. Nas reuniões, reafirmamos a importância dos Nudecons na defesa da cidadania e dentro da própria instituição, uma vez que defender o direito dos consumidores é defender direito de cada cidadão, já que todos nós, em maior ou menor grau, somos consumidores. Assim, pela tamanha importância e abrangência desse tema, um Nudecon fortalecido, bem estruturado e respeitado pela própria Defensoria Pública pode exercer a relevante atuação social a que é destinado”, afirma Dra. Luciana Moreira.

Após as reuniões, a Defensora Pública ainda participou do XVIII Congresso Nacional do Ministério Público do Consumidor, também em Minas Gerais.