Notícias

Defensora do Piauí participa de Congresso do IBDFAM em Minas Gerais

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 26, outubro de 2017 às 12:39
Dra. Sheila de Andrade Ferreira no Evento do IBDFAM

Dra. Sheila de Andrade Ferreira no Evento do IBDFAM

A Defensora Pública Dra. Sheila de Andrade Ferreira, Titular da 2ª Defensoria Pública de Família, está participando em Belo Horizonte, Minas Gerais do XI Congresso Brasileiro de Direitos das Famílias e Sucessões: Famílias, Afetos e Sucessões, realizado pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM). A Defensora representa o Piauí como Vice-Presidente do IBDFAM no Estado.

O evento, que acontece até esta sexta-feira (27), traz para o debate temas como “A estabilização das tutelas antecipatórias no CPC/2015 foi um avanço para o Direito das Famílias?”; “O sistema de adoção no Brasil atende ao melhor interesse da criança e do adolescente?”; “O CPC/2015 consolidou, ajudou e fez avanços na teoria e prática da desconsideração da personalidade jurídica?”; “Como as famílias têm-se posicionado como garantidoras da democracia?”; “Provas ilícitas no Direito de Família: qual o limite e o seu poder de alcance?”; “O novo sistema de execução de alimentos é eficaz? O CPC/2015 fez avanços?” e “A priorização da guarda compartilhada tem atendido ao melhor interesse das crianças, dos adolescentes e da família mais democrática?”, entre outros, sendo todos os temas abordados por especialistas na área de Direito da Família.

“É uma honra e satisfação por mais um biênio continuar a representar o IBDFAM no Piauí, atuando como Vice-Presidente. Especialmente, porque o resultado das eleições deu-se dentro do maior evento de Direito das Famílias e Sucessões do Brasil, que acontece em Belo Horizonte entre os dias 26 e 27 de outubro, cujos temas em debate são relevantes e de vanguarda, reunindo doutrinadores de destaque nacional, que visam compartilhar conhecimento e aprofundar debates da temática. Desejo consolidar, na prática, os ensinamentos jurídicos desse evento nos direitos dos assistidos da Defensoria e melhorar minha atuação, através dessa  capacitação”, afirma Dra. Sheila de Andrade.