Acompanhe a gente :)

Notícias

Defensoria participa de reunião sobre nova edição da Semana da Justiça Pela Paz em Casa

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 12, outubro de 2018 às 14:19
Reunião aconteceu na última quinta-feira (11)

Reunião aconteceu na última quinta-feira (11)

A Defensoria Pública do Estado do Piauí participou nesta quinta-feira (11), de reunião no Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, para discutir a logística da 12ª Semana da Justiça pela Paz em Casa, que é desenvolvida em todo o país pelo Conselho Nacional de Justiça. Participaram da reunião as Defensoras Públicas Dra. Sheila de Andrade Ferreira, que se encontra em substituição na Diretoria Criminal e Dra. Lia Medeiros do Carmo Ivo, Coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar.

O esforço de audiências concentradas será realizado nas dependências do Fórum Cível e Criminal e tem como pontos primordiais promover ações que visem reduzir a violência doméstica e familiar e, ao mesmo tempo, julgar a maior quantidade de processos possível.

A reunião foi conduzida pelo Desembargador José James Pereira que é o Coordenador da ação no Piauí. Na ocasião as duas Defensoras destacaram os ajustes necessários para que a Semana transcorra sem atropelos.

Dra. Sheila de Andrade Ferreira considerou o saldo da reunião positivo. “Foi excelente, porque o Desembargador José James, que é o responsável pela realização, em consonância com o CNJ, chamou todos os atores envolvidos. Tivemos a oportunidade de pontuar as dificuldades da ultima edição e ressaltar o que foi positivo, pedindo a correção de alguns pontos que entendemos ainda são pendentes de adequação, como a logística de ser realizada em um mesmo local e a exclusão de processos que envolvam maior complexidade, como estupro e violência contra menor. Dra. Lia Medeiros ressaltou a necessidade da manutenção da sala de acolhimento que deve continuar recebendo os assistidos”, destacou.

A Defensora disse que a receptividade às reivindicações da Defensoria foi boa e que o Coordenador da Semana destacou pontos que serão mantidos ou implementados, visando melhorar a ação. “Tratamos sobre o convênio firmado com faculdade de psicologia, para fazer o atendimento das vitimas pré e pós audiência. Também sobre o horário de início, no sentido de que a estrutura esteja montada com antecedência, evitando que ocorra perca de tempo, bem como a concentração da ação no mesmo local, o que garante que possamos nos deslocar com maior celeridade de uma sala a outra. O Desembargador falou que vai encaminhar as pautas, assim que forem montadas, a todos os parceiros para que possamos nos adequar e formar as equipes”, destacou Dra. Sheila de Andrade, lembrando ainda que a Defensoria Pública precisa dessa informação para se programar já que, além da Semana pela Paz em Casa, ocorrerão outros eventos no mês de novembro, como Mutirão do Júri. “São eventos que ocorrem não apenas na capital, mas também no interior. Vão aumentar a quantidade de Comarcas e precisamos nos organizar para atender a essas demandas”, explicou.

A Coordenadora do Núcleo da Mulher também destacou o resultado do encontro com os parceiros da ação. “A reunião, convocada pela Coordenadoria da Mulher do TJ, foi uma oportunidade para colocarmos nossas ponderações sobre as experiências anteriores, tanto no sentido de aproveitar os avanços, como de reconhecer as falhas, de forma que elas não se repitam na próxima edição. O Desembargador ouviu nossas observações e se mostrou sensível às pautas levantadas. Reafirmamos nosso compromisso de contribuir da melhor forma possível e dentro das possibilidades”, afirma Dra. Lia Medeiros.