Notícias

Defensoria Pública busca garantir trabalho de feirantes na zona Norte de Teresina

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 14, dezembro de 2021 às 12:05
reunião aconteceu na última segunda-feira (13)

Reunião aconteceu na última segunda-feira (13)

A Subdefensora Pública Geral do Estado do Piauí, Carla Yáscar Bento Feitosa Belchior, acompanhada pelo Ouvidor-Geral Externo da Defensoria, Djan Moreira, participou, na manhã da última segunda-feira (13) de uma reunião com a Superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte), Ana Paula Santana, e lideranças da zona Norte de Teresina, com o objetivo de tratar sobre a regularização de uma feira situada no residencial Parque Brasil IV.

A ação de regularização do espaço busca beneficiar cerca de 130 famílias que atuam no local aos finais de semana. Objetivando a regularização das atividades, a líder comunitária e uma das feirantes do local, Cláudia de Sousa Lira, que reside no bairro Parque Brasil IV, buscou a Defensoria Pública do Estado do Piauí, com o objetivo de solucionar o impasse.

Para a líder comunitária e Defensora Popular da 3ª Turma, Esperança Garcia, a reunião articulada pela DPE/PI serviu como pontapé inicial para a regularização das atividades das feirantes na região “Tratamos sobre as mulheres feirantes, com relação ao espaço utilizado, que ainda não possuímos autorização. Então esse foi o nosso objetivo da reunião. Para que a Prefeitura de Teresina possa ceder o espaço para nós […] então os técnicos irão realizar um levantamento para tentar identificar o proprietário do terreno. O que ficou bem claro é que até o dia 30 de janeiro uma nova audiência será realizada, para poder apresentar um projeto e ver se agrega todas as partes, para poder dar uma posição para nós”, destacou.

Cláudia Lira também ressaltou a importância da atuação da DPE/PI nas tratativas que buscam a regularização das feirantes na região norte de Teresina. “A importância do acompanhamento da Defensoria é muito grande para nós. Até mesmo porque quando a gente é acompanhado pela Defensoria, até o tratamento recebido é diferente. Eles dão mais importância para nós, eles procuram nos ouvir. O suporte da Defensoria Pública foi muito essencial, com a participação do Djan Moreira, da Subdefensora  Carla Yáscar, porque o poder público vê que a gente não está só. Eu já tinha ido várias vezes, mas não me repassaram nada de concreto. Só falavam que iam ver, iam ver a área, mas nunca foram. Mas dessa vez foi diferente.  Já sou muito grata pelo acompanhamento da Defensoria, pela Subdefensora Carla e pelo Ouvidor Djan […] saímos da reunião com uma decisão, uma resposta de que nós iremos permanecer no espaço, até que identifiquem a titularidade do local”, afirmou Cláudia de Sousa.

“Hoje estivemos na SAAD Norte em reunião com a Superintendente Ana Paula, a equipe técnica da SAAD Norte, nosso Ouvidor-Geral Djan Moreira e representantes da sociedade civil, entre elas a Defensora Popular Cláudia, que lidera um grupo de mais de 130 mulheres feirantes do Bairro Parque Brasil IV. Agradecemos à Dra. Ana Paula pela oportunidade de diálogo e de escuta da Defensoria e das lideranças sociais, o que representa uma sinalização positiva e de respeito para com a população e o diálogo interinstitucional. Seguimos aguardando o decorrer do processo instaurado com vistas a analisar e responder a solicitação de espaço para que as mulheres feirantes possam exercer seu trabalho e auferir sua renda. São pessoas necessitadas e que buscam uma forma de viver dignamente”, a declaração foi dada pela Subdefensora Pública Geral do Estado do Piauí, Carla Yáscar, ao comemorar os avanços com o objetivo de regularizar as atividades exercidas pelas feirantes.