Notícias

Defensoria Pública e Coordenadoria de Políticas para as Mulheres tratam sobre instalação da Casa da Mulher Brasileira em Teresina, Picos e São Raimundo Nonato

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 02, fevereiro de 2022 às 19:42

CEPM

O Defensor Público Geral do Estado do Piauí, Erisvaldo Marques dos Reis, esteve reunido nesta quarta-feira (2) com a Coordenadora de Estado de Políticas para as Mulheres do Piauí, Zenaide Lustosa, e a coordenadora da Casa Abrigo, Ana Cleide Nascimento, para tratar de assuntos relacionados à implantação da Casa da Mulher Brasil nas cidades de Teresina, São Raimundo Nonato e Picos. A Subdefensora Pública Geral, Carla Yáscar Bento Feitosa Belchior, também participou do momento.

Os espaços irão concentrar os principais serviços especializados e multidisciplinares de atendimento às mulheres em situação de violência, e serão geridos por suas respectivas administrações municipais, com o apoio da Defensoria Pública, Ministério Público, Secretaria de Segurança Pública e demais órgãos que fazem parte da rede de atendimento no Estado.

A Coordenadora de Políticas para as Mulheres do Estado do Piauí, Zenaide Lustosa, falou da importância de ter a Defensoria Pública como parceira na iniciativa. “Discutimos a implantação da Casa da Mulher Brasileira em Picos, São Raimundo Nonato e Teresina, municípios onde a gente tem um termo de cooperação com a Defensoria Pública do Estado do Piauí, Ministério Público, Tribunal de Justiça, e Governo do Estado. Destacamos a importância da gente estruturar esse serviço nessas casas, para que as mulheres tenham um atendimento mais humanizado […]Então a Defensoria Pública estaria presente nessa rede, contribuindo para fortalecer o atendimento às mulheres e humanizar os serviços”.

Os espaços contarão também com recepção, acolhimento e triagem, com equipe profissional, além de apoio psicossocial, delegacias especializadas no atendimento às mulheres, serviços de atenção à saúde e serviço de promoção de autonomia econômica, dentre outros. As Unidades a serem instaladas em Teresina e nos municípios de São Raimundo Nonato e Picos já estão implantadas em pelo menos seis capitais do país: Curitiba, São Paulo, Campo Grande, Fortaleza, São Luís e Boa Vista.