Notícias

Defensoria realiza ação de Cidadania e Saúde no CEIP

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 26, fevereiro de 2019 às 11:05
Dra. Hildeth Evangelista fala aos internos do CEIP durante ação da Defensoria

Dra. Hildeth Evangelista fala aos internos do CEIP durante ação da Defensoria

Mais uma ação de cidadania e saúde realizada pela Defensoria Pública do Estado do Piauí beneficiou, na última segunda-feira (25), os adolescentes internos no Centro Educacional de Internação Provisória -CEIP. A iniciativa tem por objetivo identificar casos de diabetes ou tendência à doença, por meio de exames de glicemia, além de proporcionar outros exames como o de detecção da hipertensão. Na oportunidade também foi feita a verificação da pressão arterial. A ação foi desenvolvida em parceria com a Secretaria de Assistência Social do Estado (Sasc) e é desenvolvida nas Unidades Prisionais por meio do Programa Defensorial de Assistência Integral ao Preso –Prodaip.

Participaram da atividade a Defensora Pública Geral, Dra. Francisca Hildeth Leal Evangelista Nunes; a Coordenadora do Sistema Prisional Dra. Sheila de Andrade Ferreira e o Defensor Público Dr. Afonso Lima da Cruz Júnior, Titular da 4ª Defensoria Pública da Infância e da Juventude e também Diretor da Defensoria Itinerante. Também presentes o Coordenador do CEIP, Ricardo Henrique Costa e Silva E a enfermeira da Sasc/CEIP, Edimary Barjurd Muniz, com sua equipe.

“Estamos aqui para trazer para vocês essa ação que acontece dentro do Programa Defensorial de Assistência Integral ao Preso –Prodaip, voltado para garantir cidadania e saúde às pessoas que se encontram privadas de liberdade. Já desenvolvemos esse mesmo atendimento em várias Penitenciárias da capital e do interior do Estado, bem como junto aos internos no Centro Educacional Masculino, o CEM. Nosso objetivo é proporcionar melhor qualidade de vida a vocês. Muitas vezes pensamos que por sermos jovens não vamos adoecer ou ter algum problema de saúde, mas isso não é verdade,  daí a importância desse atendimento”, disse a Defensora Pública Geral, Dra. Hildeth Evangelista, que também deixou uma recomendação para os adolescentes internos no CEIP, “ estudem, procurem se apegar às suas famílias, procurem cuidar da saúde,  porque esse é o caminho para que vocês possam ter condições para crescer na vida. Para que tenham a oportunidade de seguir em frente. Não deixem passar essa chance”, destacou.

Adolescentes do CEIP durante realização dos exames

Adolescentes do CEIP durante realização dos exames

Dra. Sheila de Andrade Ferreira também se manifestou e ressaltou a importância do atendimento. “Esse projeto existe exatamente para isso. Para olhar os que não são vistos. Na verdade o que faremos aqui não é só um exame de diabetes e hipertensão, mas também poderemos colher informações importantes sobre a saúde de vocês que, quanto mais cedo forem detectadas, mais cedo poderão ser tratadas e também, aqueles que precisarem, terão a oportunidade de receberem as orientações devidas. Importante dizer que daremos continuidade a esse projeto. Pretendemos trazer também testes para doenças sexualmente transmissíveis, que vocês serão convidados a fazer e mesmo após saírem daqui poderão continuar, aqueles que precisarem, fazendo o tratamento por meio do SUS. Aproveitamos para agradecer à colaboração de todos que proporcionaram essa ação hoje no CEIP”, disse a Coordenadora do Sistema Prisional da Defensoria.

“Fico extremamente feliz em ver a realização de projetos que trazem benefícios para os adolescentes. Essa parceria da Defensoria com a Sasc é salutar e nosso papel é exatamente esse, buscar projetos e atividades que possam contribuir para reinserir vocês no meio social, assegurando seus direitos. Continuaremos a buscar melhorias para vocês. Soube hoje que irão ter uma cozinha instalada aqui, isso já é um ganho excepcional, pois irá proporcionar uma alimentação mais saudável”, disse o Defensor Público Dr. Afonso Lima da Cruz Júnior, afirmando que está à disposição para atender aos adolescentes internos e juntamente com a coordenação do CEIP buscar melhorias para o Centro.

A ação de saúde e cidadania foi bem recebida dentro do CEIP. O Coordenador Ricardo Henrique Costa e Silva disse que “a importância dessa ação, desse acompanhamento na área da saúde trará um olhar mais próximo, possibilitando que tomemos medidas que melhorem a vida deles dentro do alojamento. Temos total acesso à Defensoria. Quando encaminhamos algum problema a Defensoria sempre resolve o mais rápido possível. Temos um bom resultado do acompanhamento da Defensoria”, disse. A enfermeira Eddimary Barjurd complementou: “estamos muito satisfeitos, até porque nunca tivemos na casa uma ação dessas e temos adolescentes com casos de diabetes e hipertensão na Instituição”, afirmou.