Acompanhe a gente :)

Notícias

Diretora de Primeiro Atendimento da Defensoria ministra palestra sobre Direitos de Família na AMA

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 10, maio de 2019 às 09:03
Dra. Patrícia Monte durante o atendimento na AMA

Dra. Patrícia Monte durante o atendimento na AMA

A Defensora Pública Dra. Patrícia Ferreira Monte Feitosa, Diretora de Primeiro Atendimento da Defensoria Pública do Estado do Piauí, proferiu palestra nesta quinta-feira (09), na Associação de Amigos de Autistas do Piauí (AMA), abordando Direitos de Família. A Defensora falou para familiares de autistas, buscando esclarecer sobre ações de interdição, benefícios de assistência social, entre outros temas de interesse dos presentes.

Dra. Patrícia Monte falou sobre Direito de Família para mães e pais na AMA

Dra. Patrícia Monte falou sobre Direito de Família

“Foi uma ação bastante gratificante, um momento de troca, porque as mães dos autistas estão sempre buscando informações sobre seus direitos, já que enfrentam muitas dificuldades no seu cotidiano e, para nós, foi uma oportunidade de conhecer mais em relação às políticas municipais de assistência social. Então, foi muito gratificante aprender com as mães e, atendendo a um pedido delas, acabamos por fazer alguns atendimentos em relação a processos que já se encontram em andamento nas Varas de Família. Também repassamos outras informações, sobre maternidade e paternidade socioafetiva, visto que muitas delas cuidam de sobrinhos ou adotaram e dedicam muito tempo para cuidar dessas crianças”, afirma Dra. Patrícia Monte.

Para a Defensora, o momento foi uma retribuição à palestra ministrada pela assistente social da AMA, Kênia Borges, no dia 02 de abril, na Diretoria de Primeiro Atendimento da Defensoria Pública, pelo transcurso do Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo. Dra. Patrícia Monte destacou acreditar que as pessoas presentes à AMA receberam a palestra com boa receptividade. “Foi bem positivo, porque elas se surpreenderam desse atendimento próximo, fazendo essa educação em direitos. Foi uma oportunidade para tirarem algumas dúvidas em relação ao trâmite desses processos e, também, se informarem sobre a possibilidade de judicializar, junto a Defensoria Pública da União, nos casos de indeferimento administrativo do INSS em relação a LOAS”, informa Dra. Patrícia Monte.