Notícias

DPE-PI e DPU terão atuação conjunta na Campanha para diminuir o sub-registro no Piauí

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 13, março de 2018 às 09:31
Reunião na Defensoria Pública da União

Reunião na Defensoria Pública da União

A Chefe de Gabinete da Defensoria Pública do Estado do Piauí, Defensora Pública Dra. Patrícia Ferreira Monte Feitosa, participou no último dia 08, de reunião na Defensoria Pública da União no Piauí para apresentação do “ Plano Defensorial de Erradicação de Sub- Registro-2018”. Participaram os Defensores Públicos da União, Dra. Tarcijany Linhares Aguiar Machado, Defensora Pública Geral da União; Dra. Gabriela Moura Ferreira; Dr. Benoni Ferreira Moreira e Dra. Rogena Ximenes Viana.

O objetivo da campanha é possibilitar e articular o debate e a sensibilização sobre a necessidade de diminuir o número de sub-registros no Estado do Piauí, relacionados ao registro tardio de nascimento ou óbito e suprir a falta dos documentos de identificação civil, no intuito de fortalecer o compromisso da Defensoria Pública em propor ações de transformação social, de garantia à existência digna, promovendo o acesso à Justiça.

Considerando que as causas do sub-registro estão intimamente relacionados às pessoas hipossuficientes, cuja situação de vulnerabilidade dificulta o acesso aos serviços públicos, foi definido que o público-alvo da ação serão homens e mulheres, moradores de rua; crianças e adolescentes em condição de vulnerabilidade; pessoas com doença mental, com grave dependência química,  presas e de comunidades Quilombolas.

Na oportunidade, a Dra. Patrícia Monte,  expôs o Plano, com os respectivos objetivos e ações, justificando o público-alvo e solicitando a parceria da DPU, no sentido de propor e realizar ações relacionadas aos objetivos da campanha de erradicação de sub-registro no Piauí. A Defensora ressaltou a importância de erradicar inclusive o registro tardio de óbito, par fins de evitar fraudes na previdência.

A Defensora Pública Geral da União, Dra. Tarcijany Linhares Aguiar Machado, entendeu a relevância do Plano e abordou trabalhos importantes da Defensoria Pública da União na criação de Grupo de Trabalho voltado para estudo das vulnerabilidades dos moradores de rua,  o que pode ser útil para auxiliar no desenvolvimento das ações. Da mesma forma , Dr, Benoni Ferreira demonstrou interesse pelo trabalho junto às comunidades Quilombolas, já que tem estudos voltados para esse segmento da população.

Segundo Dra. Patrícia Monte, “a reunião foi produtiva e a DPU disponibilizou-se para estudar o Plano e cooperar para a sua realização. O objetivo da campanha é possibilitar e articular o debate e a sensibilização sobre a necessidade de diminuir o número de sub registros no Estado do Piauí, relacionados ao registro tardio de nascimento ou óbito e suprir a falta dos documentos de identificação civil, no intuito de fortalecer o compromisso da Defensoria Pública em propor ações de transformação social, de garantia à existência digna, promover facilitação ao acesso à Justiça”, destacou.