Notícias

Força-Tarefa Defensorial inicia etapa presencial na Penitenciária Regional José de Deus Barros, em Picos

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 02, maio de 2022 às 10:39

 

Força Tarefa Defensorial em Picos

A Defensoria Pública do Estado do Piauí está iniciando nesta segunda-feira (02), a etapa presencial da Força-Tarefa Defensorial junto aos internos da Penitenciária Regional José de Deus Barros, em Picos. O atendimento presencial acontece até a quarta-feira, dia 04. A Ação é coordenada pela Subdefensora Pública Geral do Estado do Piauí, Carla Yáscar Bento Feitosa Belchior. Serão revistos 460 processos.

O Projeto Força-Tarefa Defensorial tem por objetivo desenvolver ações visando analisar, revisar e fazer petições que corrijam injustiças, ilegalidades e distorções administrativas, com vistas a tutelar os direitos das pessoas privadas de liberdade. Também atua em casos relacionados a atendimentos cíveis dos quais os reeducandos necessitem.
Além da Subdefensora Pública Geral,  Carla Yáscar Belchior, integram a Força-Tarefa em Picos a Diretora Criminal da Defensoria Pública, Irani Albuquerque Brito; as Defensoras Gilmara Guimarães Bezerra Pessoa  e Julieta Sampaio Neves Aires;  o Defensor Público Ricardo Moura Marinho, e os servidores João Batista Luzardo Soares Neto, da Diretoria Regional e Marcos Danilo Rodrigues de Sousa, da Defensoria Regional de Picos.

“É com muita disposição que iniciamos a etapa presencial da Força-Tarefa na Penitenciária José de Deus Barros, em Picos. Trata-se de um ação de relevante importância para corrigir possíveis distorções, visando fazer valer os direitos das pessoas privadas de liberdade, que estão previstos em lei e são essenciais para ajudar na ressocialização, que é o que almejamos, quando tratamos a questão criminal. Importante dizer que para o êxito da Força-Tarefa contamos com  o envolvimento de todos os parceiros, órgãos e instituições que lidam com a realidade do Sistema Penitenciário e carcerário e sem os quais certamente não alcançaríamos os resultados almejados. Nossa expectativa continua sendo a melhor possível em relação  a essa análise e encaminhamentos necessários relativos aos processos das internas e dos internos na Penitenciária de Picos”, afirma Carla Yáscar Belchior.