Notícias

Núcleo da Saúde comemora sucesso de cirurgia em criança portadora de cardiopatia congênita

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 26, junho de 2017 às 13:35
Enicleide da Silva com a pequena W.V.A.S. , Dr. Rogério Newton e a equipe do Núcleo da Saúde

Enicleide da Silva com a pequena W.V.A.S. , Dr. Rogério Newton e a equipe do Núcleo da Saúde

O Núcleo Central da Defensoria Pública recebeu nesta segunda-feira (26) uma visita muito especial. A auxiliar de limpeza Enicleide Pereira da Silva levou a pequena W.V.A.S. para conhecer de perto a equipe que foi responsável por assegurar sua ida em UTI Aérea para São Paulo,  onde foi submetida a cirurgia no coração.

A liminar que assegurou a ida da criança foi conseguida pelo Defensor Público Dr. Rogério Newton de Carvalho Sousa. A criança, portadora de cardiopatia congênita,  viajou  no dia 07 de junho acompanhada da mãe,  de um médico intensivista e de uma enfermeira também especializada. O destino foi o Hospital do Coração, em São Paulo, onde foi submetida à cirurgia necessária para sua sobrevivência.

A mãe da criança conta que o processo foi todo muito rápido e a recuperação de W.V.A.S. surpreendeu os médicos em São Paulo. “Durante toda a viagem tivemos a assistência do  Dr. David Leal, que é o médico intensivista e quando chegamos em São Paulo fomos muito bem recebidas. Logo que ela fez os exames pré-operatórios foi realizada a intervenção. A cirurgia demorou cinco horas e os médicos ficaram surpresos com a resistência dela, assim como com a recuperação. Estou muito feliz. Demos entrada nesse pedido da cirurgia quando ela nasceu, foi um longo tempo que esperamos, ainda tivemos uma intervenção para por uma válvula que ajudou  no fluxo do sangue, na época os médicos disseram que essa válvula só duraria seis meses, mas hoje ela está aqui com dois anos completos e a cirurgia realizada. Graças a intervenção da Defensoria Pública onde tudo correu muito rápido. Eu recomendo a Defensoria para quem precisar”, disse Enicleide.

O Defensor Público Dr. Rogério Newton de Carvalho Souza afirma que esse foi um caso muito gratificante para a Defensoria”Para nós ver esse resultado é um estímulo. É a constatação que o trabalho da gente tem resultados palpáveis. Aqui no Núcleo é assim, gostamos de conhecer a história dos nossos assistidos. Isso humaniza o atendimento”, afirmou.

Saiba mais:

A liminar que possibilitou a viagem de W.V.A.S. foi concedida no dia 31 do último mês de maio, pelo Juiz Dr. Rodrigo Alaggio Ribeiro, da 1ª Vara da Fazenda Pública. A criança  teve a cirurgia agendada no Hospital do Coração por meio do Tratamento Fora do Domicílio do SUS, contudo o TFD não concedeu a passagem aérea, com suporte de UTI. Por não dispor de recursos financeiros, orçados em R$ 93.600,00 (noventa e três mil e seiscentos reais)para fazer o transporte, a família da criança recorreu à Defensoria Pública que, por meio do Núcleo da Saúde, ingressou com pedido de UTI Aérea, tendo conseguido o despacho em tempo recorde de menos de 24 horas.

W.V.A.S. e a mãe Enicleide da Silva retornaram nesta segunda-feira (26) para Uruçuí, onde residem com os demais familiares.