Notícias

Projeto da Defensoria Pública fica entre os 10 melhores do Prêmio Boas Práticas de Gestão

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 06, fevereiro de 2020 às 19:46
Solenidade reuniu Defensores Públicos no Karnak

Solenidade reuniu Defensores Públicos no Karnak

O Projeto “Meu Nome, Meu Orgulho”, de autoria da Defensora Pública Patrícia Ferreira Monte Feitosa, foi uma das 10 iniciativas selecionadas pelo Prêmio Boas Práticas de Gestão, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Administração e Previdência, tendo por objetivo incentivar boas ações dentro da administração pública do Piauí. A premiação aconteceu nesta quinta-feira (06),  durante solenidade realizada no Palácio de Karnak.

Foram premiados em terceiro, segundo e primeiro lugares, respectivamente, os projetos  Mais Em Conta, da Secretaria de Estado da Fazenda; Permanecer, da Secretaria de Estado da Saúde por meio da Equipe da Maternidade Dona Evangelina Rosa e Rede Amiga, da Polícia Militar do Piauí.

Solenidade do Prêmio Boas Práticas de Gestão

Solenidade do Prêmio Boas Práticas de Gestão

Na oportunidade, o Secretário de Administração, Merlong Solano, destacou cada um dos participantes e afirmou acreditar que os mesmos servem de incentivos para melhorar a qualidade dos serviços prestados no por órgãos e Instituições no Piauí. “Essa é a terceira edição do prêmio. A ideia geral é incentivar essas boas práticas, estimulando outros gestores e servidores a buscarem alternativas de trabalho que melhorem a sociedade”, disse o Secretário.

O Governador Wellington Dias, que entregou o prêmio ao primeiro colocado, fez questão de destacar o projeto da Defensoria Pública como uma das propostas mais importantes apresentadas. “É um trabalho de reconhecimento da identidade. Infelizmente não podemos premiar a todos, mas quero parabenizar  as 27 áreas que se inscreveram e já instrui no sentido de que cada um, especialmente os 10 selecionados como melhores, recebam certificação, atestando o reconhecimento a essas boas praticas”, afirmou o Governador.

Defensora Patrícia Monte e o marido Advogado Cláudio Feitosa

Defensora Patrícia Monte e o marido Advogado Cláudio Feitosa

Sobre a indicação ao prêmio e seleção entre os 10 melhores, a Defensora Pública Patrícia Monte diz que “O prêmio é muito importante para valorização do servidor e motivação para criação de novas ferramentas de gestão. Foram 27 projetos inscritos no prêmio o que demonstra a vontade de trabalho. Os servidores públicos precisam sempre demonstrar seu valor, a importância do concurso público para seleção dos melhores e que a administração proporcione oportunidades de aperfeiçoamento. Portanto de parabéns a iniciativa! Quando ao projeto “Meu Nome, Meu Orgulho” , me sinto feliz pela indicação  entre os 10! Momento de visibilidade para a Defensoria Pública e para as necessidades do público trans!!”

O Defensor Público Geral do Estado do Piauí, Erisvaldo Marques dos Reis,  afirma que o fato de ter a indicação de um Projeto da Defensoria entre as 10 melhores propostas é um incentivo para a Instituição. “O Projeto “Meu Nome Meu Orgulho”, de autoria da Defensora Pública Patrícia Monte,  representou um diferencial ao contribuir para o empoderamento de um significativo número de pessoas, muitas destas vitimas do preconceito e da falta de reconhecimento de sua identidade. A Defensoria Pública, como agente de transformação social, busca contribuir ativamente para garantir os direitos da população, notadamente a mais vulnerável e a identidade de gênero, a erradicação do sub-registro, são bandeiras que a nossa Instituição abraçou, por entender que representam um grande passo na construção da identidade e garantia dos direitos. Ser um dos 10 selecionados neste Prêmio nos enche de orgulho e nos motiva a procurarmos cada vez mais desenvolver boas práticas que contribuam para garantir os direitos daqueles que mais necessitam.”, afirmou.