projetos

Projeto: Elas por Elas

Tamanho da letra A+ A-
Publicado em 16, janeiro de 2024 às 09:44

Estrutura do Projeto:
___________________________________________________________________

O sistema carcerário brasileiro vem sendo construído por homens e para os homens, sendo incapaz de acompanhar as necessidades básicas da mulher que cumpre pena privativa de liberdade. Mesmo representando uma parcela pequena em relação à população carcerária masculina, as internas são tratadas com certa indiferença. A impressão que se tem é que, no cárcere feminino, o processo de ressocialização parece ser ainda mais complexo.

A mulher recolhida no sistema prisional é duplamente discriminada, por ser mulher e por ter rompido com o modelo inferiorizado que a sociedade impôs a ela historicamente. Além da perda de liberdade e do acesso à saúde, a detenção para muitas também significa a perda da vaidade, e consequente baixa da autoestima. Muitas vezes, o “item de beleza” que dispõem se resume a uma barra de sabão.

Visando resgatar o amor-próprio e a valorização pessoal das internas, ajudando-as no processo de reinserção social e na busca por melhores perspectivas de vida, a Defensoria Pública do Piauí, por meio do projeto Elas por Elas, em parceria com mulheres do segmento de beleza e bem-estar, vem aliar aos serviços jurídicos já prestados, a oferta de serviços de resgate do “eu feminino”.

Drª Irani Albuquerque Brito – Coordenadora do Sistema Prisional – DPE/PI
________________________________________________________________